Tiscoski e a mídia

15/agosto/2011

Passado o ímpeto sensacionalista, comentaristas políticos sérios e respeitados como o Prisco Paraíso começam a por os pingos nos “i”s. Abaixo texto da coluna Canal Aberto – no jornal A Notícia de 15/08/2011:

Ponderação

As denúncias contra o catarinense Leodegar Tiscoski não se sustentaram e, automaticamente, saíram da mídia nacional, ao contrário do que está acontecendo no Ministério da Agricultura.
Pergunta dos pepistas: se Leodegar como secretário nacional do Saneamento, do Ministério das Cidades, manipulou tanto dinheiro, porque a campanha da mulher dele, Beth, ao Senado, foi tão franciscana?”

Para ler na fonte, clique aqui !