BIGUAÇU E BARACK OBAMA – JBFoco n°1266

Na edição de hoje do JBFoco (para acessar clique aqui), matéria do Sr. Orival Prazeres, na melhor análise sobre Biguaçu e seu momento político, que reproduzo a seguir, com os devidos créditos:

Biguaçu e Barack Obama
Jornal Biguaçu em Foco – 13/11/2008 (Quinta-feira)

Orival Prazeres (Vá) (* )

image

Os resultados das eleições americanas trouxeram aos Estados Unidos e ao mundo a possibilidade de uma nova era de mudanças e grandes avanços nas relações de paz e compreensão entre povos e nações. No Brasil e em todo o mundo, o sentimento favorável à vitória dos democratas, finalmente consagrada pelos americanos, fizeram do presidente eleito Barack Obama o homem mais poderoso do mundo, credenciado para solucionar a atual crise financeira mundial e inaugurar uma nova era de prosperidade.
Guardadas as devidas proporções, poderemos estar construindo em Biguaçu, com a vitória de Castelo, a possibilidade de inauguração de um novo tempo de desenvolvimento econômico e social, capaz de produzir um ambiente de progresso e prosperidade para toda a população, com mais emprego, renda e melhor qualidade de vida. E, principalmente, a reformulação da gestão pública municipal, com novos métodos de administração dos recursos públicos, com transparência efetiva e responsabilidade social.
O prefeito eleito Castelo passou a ser o homem mais famoso e respeitado de Biguaçu com o resultado das eleições municipais de 05 de outubro. Ovacionado pelo povo, sua vitória nas urnas passou a representar a esperança de mudanças, focada em uma gestão democrática e responsável, orientada para o desenvolvimento econômico com justiça social. A vitória de Castelo conseguiu despertar em todos o sentimento de resgate da identidade histórica e cultural de Biguaçu, da auto-estima que há muito a cidade perdeu no contexto sócio-político da região metropolitana da Capital.
As gerações mais novas podem ainda não ter percebido, mas há muito os biguaçuenses têm se conformado com a condição de cidade atrasada, cidade-dormitório. Alguma representatividade política que até os anos 80 nossas autoridades cultivavam, através de estreitas relações institucionais com o Governo do Estado, nós a perdemos.Temos sido e somos tratados com desdém pelos nossos vizinhos. E nada se fez ou se faz, nem a sociedade, nem o poder público.
A implantação no início dos anos 90 do Campus da UNIVALI, elevando Biguaçu à condição de cidade universitária, projetando o nome e a importância da cidade como centro de formação e difusão do conhecimento, vem sendo duramente criticada por setores oficiais da política local, não sendo nenhuma surpresa se algum dia venha a transferir suas atividades para a cidade de Florianópolis, um sonho há muito acalentado.
Desenvolvimento
Já a unidade da estatal PETROBRAS S.A., também instalada em Biguaçu no final do governo eleito na década de 80, embora responda por cerca de 70% da receita bruta do ICMS e constituir-se no maior empreendimento gerador de impostos para o município, não recebe também o tratamento adequado do Poder Público, especialmente em relação às vias de acesso ao seu terminal.
Desde então nada mais de inovação e desenvolvimento. Ou seja, ao longo dos últimos vinte anos as autoridades e a sociedade de Biguaçu têm permanecido apáticas aguardando a iniciativa, o interesse e a tomada de decisões externas, sem um gesto de inconformismo ou de ação, como um projeto sério para o desenvolvimento da cidade, não só o econômico e social, mas especialmente em relação à cidadania, à proteção ambiental, ao ordenamento da ocupação do solo urbano e à melhoria das condições de qualidade de vida da população.
Mudança
O resultado das urnas e o sentimento por mudança e esperança expressam de alguma forma a confiança do povo de Biguaçu nos compromissos assumidos por Castelo durante a campanha: Modernizar os serviços da Prefeitura, valorizar a função pública exercida pelos servidores municipais, oferecer um atendimento de qualidade ao cidadão e ao contribuinte, promover e valorizar o setor empresarial de tecnologias com a implantação de um Parque Tecnológico, criar projetos de educação e proteção ambiental, resolver as questões de navegabilidade do rio Biguaçu e de sua foz, na perspectiva de minimizar as enchentes e integrar a cidade no planejamento da beira-mar ligando com São José e a Capital.
Como Obama, Castelo recebeu através das urnas a consagração dos biguaçuenses, dele esperando mudanças efetivas. Com a humildade de um zeloso servidor do povo e a determinação de um administrador sério e competente, espera-se que CASTELO saiba aproveitar os ventos da mudança que o conduziram à Prefeitura, e realize os sonhos de uma nova era de desenvolvimento e progresso para Biguaçu e sua gente.
(* ) Funcionário público.

Anúncios

One Response to BIGUAÇU E BARACK OBAMA – JBFoco n°1266

  1. Calixto Delangelo disse:

    Orival, tu és o cara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: