Castelo no Impacto Santa Catarina nº 41

28/agosto/2008

O jornal Impacto Santa Catarina edição 41 publicou a matéria a seguir – para acessá-la na fonte clique aqui – e que tomo a liberdade de reproduzir:

“Ventos da mudança sopram para Castelo

Pesquisa encomendada pelo jornal JB Foco, ao instituto Vortex, demonstra que em Biguaçu a decisão dos eleitores já está clara. Todos querem uma radical mudança nos ares e nos andares da cidade. Pelo bate-papo nos bares e corredores, a pesquisa apenas consolidou a opinião da maioria: está dando Castelo de sobra. Por outro lado, a dúvida que persiste é sobre a declaração de bens do ex-prefeito Tuta. Segundo matéria veiculada na imprensa local, faltam bens na declaração do candidato. Escondendo bens? Que coisa feia!

Ares de mudança

Não foi surpresa a grande diferença obtida pelo candidato Castelo Deschamps (PP) sobre o candidato Alessandro Garbelotto (PMDB). E, pelo que apresentou a pesquisa encomendada e publicada no jornal JB Foco, no dia 20 passado, a eleição vai ser uma lavada. Mas, claro, nem tudo está decidido. Afinal, os eleitores indecisos ainda são predominantes e o nível de rejeição de cada candidato é compatível com a força de cada partido na cidade. Assim, ainda existe uma ar de esperança para os candidatos do governador Luiz Henrique e do secretário de Desenvolvimento regional (SDR), Valter Galina. O presidente estadual do PMDB, Eduardo Moreira, pelo visto nem apareceu por lá para levar seu apoio ao correligionário. Se apareceu, ninguém viu. Já o candidato a prefeito da Capital, e maior estrela do PP, passeia toda semana por Biguaçu levando seu apoio ao candidato líder das pesquisas, Castelo Deschamps.

Por mudança

A pesquisa aponta o desejo de mudança detectado na população de Biguaçu. E o desejo é percebido em todas as camadas da população e em todas as regiões do município. A pesquisa demonstra, entre linhas, que o ex-prefeito Vilmar Astrogildo de Souza, o Tuta, não vai deixar saudades. Sua atuação como prefeito não satisfez plenamente os eleitores, tanto é verdade que os votos dados ao seu candidato, Garbelotto, não chegam a metade dos votos dados ao candidato da oposição. A população ainda cobra a perda do contrato com a Casan, deixada pra trás por Tuta, onde viriam cerca de R$ 30 milhões como investimento toda a tubulação de coleta de esgoto e para a necessárias estações de tratamento. Chega de despejar esgoto na baía norte e nos rios Biguaçu e Caveiras. A população cobra a falta de investimentos para trazer indústrias, comércio e empresas prestadoras de serviço para gerar empregos aos moradores da cidade. Com os empregos gera-se impostos e, como conseqüência, a sustentabilidade para o nosso município. Simples. Mas é preciso decisão e iniciativa. Além da pesquisa, na cidade, muito ainda se fala sobre a prestação de contas do ex-prefeito Tuta, esta sim, causou muito mais polêmica. Tem gente que diz que faltam bens na declaração do Tuta. Vai ver o gato comeu!

Sapatada

Se a eleição fosse hoje, o candidato Castelo ganharia a eleição com 50,6%. Garbelotto ficaria com 26,3%. E esta é a primeira de três pesquisas encomendadas pelo JBFoco a serem realizadas na cidade. A Vortex Pesquisas ouviu 601 eleitores de todo município, entre os dias 16 a 18 de agosto. A margem de erro é 4% para mais ou para menos. O registro da pesquisa é 201/ 2008, classe Pet. Na pergunta espontânea, em que o eleitor indica de viva voz em quem gostaria de votar, sem ser induzido, o resultado foi o seguinte: Castelo Deschamps (PP) com 38,1% das intenções de voto. Alessandro Garbelotto (PMDB) com menos da metade, atingiu apenas 15% das intenções de voto. Eleitores que não decidiram e ainda não sabem perfazem um total de 43,9% das intenções de votos. Muita coisa ainda pode acontecer. Inclusive terremoto e maremoto. Mas, lógico, ainda há espaço para crescimento aos dois candidatos. Só que a conversa é pra já. Se alguém ficar sentado esperando a banda passar ela vem e vai e as coisas ficam do jeito que estão.

De relho

Na segunda opção de pergunta, a pesquisa quis saber em quem os leitores entrevistados votariam se a eleição fosse hoje, e com os candidatos já devidamente identificados. Como já estão. É a famosa pesquisa estimulada. E dentre estes nomes, em quem você votaria se a eleição fosse hoje? Neste método o candidato José Castelo (PP) obteria 50,6% dos votos. Já o candidato Alessandro ficaria com magros 20,6% das intenções de votos. Menos da metade. Ainda neste quesito os eleitores indecisos e que não sabem em quem votar representam 26,3% das intenções de votos. Alessandro ficaria em terceiro lugar. Em nenhum momento destas intenções de votos, mesmo com a margem de erro na casa dos 4% houve uma possibilidade de empate técnico. A diferença a favor do candidato Castelo sempre foi superior a 20%, mesmo descontada a margem de erro de 4% para mais ou para menos. As- sim, se um ganhar 4% e outro per- der outros 4%, u total de 8%, a diferença ainda ficaria em torno de 12%.

Rejeição

Na pergunta estimulada sobre a rejeição que cada candidato carrega em seu nome, ou partido, a coisa se inverte mas, desta vez, fica dentro da margem de erro possível. Desde que somadas o pra mais com o pra menos (45 + 4%). A pergunta dos entrevistadores era a seguinte: Em quem o eleitor (a) não votaria de forma alguma para prefeito de Biguaçu? As respostas da- das foram as seguintes: A) Poderia votar em todos (qualquer um) 44,1%; B) Não sabe/indeciso. 25,6%; C) Alessandro Garbelotto (PMDB) 16,3%; D) José Castelo Deschamps (PP) 11,6%; E) Não vai votar em nenhum deles 2,3%. Ou seja, o candidato do ex-prefeito Tuta chegou na frente na única modalidade da pesquisa em que ele não deveria ser vitorioso. E, logicamente, estes 16,3% significam que além de não poder obter estes votos, ele ainda vê seu oponente dispara na preferência e simpatia dos eleitores em outros 50% no quesito escolha (estimulada) como candidato preferencial. Para o candidato do governador Luiz Henrique, mudar o quadro vai ser difícil, mas não impossível. Já para o candidato do ex-governador Esperidião Amin, manter-se na liderança será bem mais fácil.

Bens declarados

A declaração de bens do ex-prefeito e candidato a vereador Vilmar Astrogildo de Souza, o Tuta, já está gerando comentários na cidade. Todos comentam como sendo de propriedade do ex-prefeito um sítio que, nos últimos tempos, passou a ser chamado até de fazenda, situado em Três Riachos. Também se fala de uma casa de praia, de frente para o mar em São Miguel que, ali, nos finais de semana, sempre é visto o Ford Fusion adquirido com verbas do Orçamento Participativo. As más línguas ainda falam do prédio de três pavimentos construído ao lado da floricultura São Miguel, no Centro de Biguaçu. A lista citada por moradores é mais extensa, assim, vamos ficar apenas com as mais citadas. Para quem conhece o patrimônio do ex-prefeito Tuta, aqui vai o que ele diz possuir, ao menos para o TSE:1.Uma casa com 191 metros ², no valor de R$ 70 mil 825,09; 2. uma moto Honda Biz 2006, no valor de R$ 7 mil 200;

3.uma caminhonete Ford Ranger, 2002, no valor de R$ 57 mil 459,47;

4. um terreno de 700 metros ², no valor de R$ 80 mil. Total da conta, um patrimônio de R$ 215 mil 484,56. O pior é que em cidade pequena todo mundo sabe da vida das pessoas, ainda mais quando esta pessoa é o Prefeito, e sendo assim, fica muito feio para um homem público que deveria dar o exemplo e não dá. Não declarar corretamente seu patrimônio gera especulações e todo tipo de suspeita, afinal, quem não deve não teme. Para esclarecer as dúvidas, com a palavra o ex-prefeito Tuta.”

Anúncios

Proposta do Castelo para a Região Metropolitana

28/agosto/2008

Na coluna de hoje do Cláudio Prisco, no Jornal A Notícia – para acessar clique aqui – declaração do candidato a prefeito de Biguaçu, José Castelo Deschamps/PP sobre a criação da Rede Metropolitana de Desenvolvimento: 

“Viés

O empresário José Castelo Deschamps (PP), que concorre à Prefeitura de Biguaçu, colocou o dedo na ferida: a maioria dos candidatos a prefeito tem raciocinado individualmente sobre as soluções para setores como saneamento básico, água, transporte coletivo, saúde pública e lixo. No caso da Grande Florianópolis, Castelo sustenta que são fundamentais alternativas conjuntas, que contemplem todas as cidades da região. A partir de projetos compartilhados, surge a idéia de criar a Rede Metropolitana de Desenvolvimento.”

Finalmente alguém que pensa uma Biguaçu diferente, integrada e progressista !

Parabéns Castelo pela sua proposta  !


Ruas do bairro Vendaval

26/agosto/2008

Parece que para a atual administração municipal, existem cidadãos de primeira e de segunda classe.

No bairro Vendaval, enquanto a rua Marechal Deodoro )que liga marginal da BR-101 ao novo condomínio residencial), que era pavimentada com lajotas, recebe bela camada de asfalto.

A duas quadras dali, a Rua Osmar Pedro Hoffmann está sem calçamento, sem rede coletora de esgoto pluvial e sem  manutenção. A última vez que uma patrola da Prefeitura passou por ali foi há seis meses atrás.

Os buracos são tapados pelos próprios moradores, como comprovam as fotos abaixo:

200808261122_088

200808261122_089

Com a falta de esgoto pluvial, a cada chuva mais forte a rua alaga:

IMAGE_133

Esta foto não foi da inundação de janeiro, foi em março/2008.

Em toda esta quadra não existe canalização de esgoto pluvial. A água da chuva fica na rua até ser absorvida pelo solo.

Isto NÃO não faz bem pra Biguaçu.

A mesma situação se repete no entorno da  Igreja de Santa Clara. Dia de missa com chuva é dia de penitência. Temos que amassar o barro para chegar à Igreja.

De fato o Orçamento Participativo precisa mudar, precisa aprender a ser democrático e justo.

Pois é…


A onda Amin

16/agosto/2008

Em eventos públicos em Blumenau e região o candidato a prefeito de Florianópolis Esperidião Amin tem pedido votos para o candidato Décio Lima do PT – estão chamando de “onda quem é Amin vota Décio”.

Não seria hora destes dois partidos – PP e PT se unirem também em Biguaçu ?

Afinidades existem – vimos isto no Bandeiraço do Castelo neste sábado, com os partidários da coligação Acreditamos em Biguaçu  e os partidários da coligação PT/PCdoB  se tratando com cordialidade na Praça Nereu Ramos !


Bandeiraço do Castelo

16/agosto/2008

Durante a manhã deste sábado, simpatizantes da candidatura do Castelo realizaram um bandeiraço na Praça Nereu Ramos, no centro de Biguaçu.

Quase ao final do evento, 12:30 horas, passou pelo mesmo local carreata com o candidato a vereador TUTA no banco dianteiro de um Jeep aberto, o candidato Alessandro o acompanhava no banco traseiro.

Faziam parte de carreata 15 carros conduzidos em sua maioria por comissionados da Prefeitura Municipal.

Pois é… Vale o registro da fidelidade !


Este meu blog andarilho…

14/agosto/2008

Certo dia resolvi utilizar algumas das ferramentas disponibilizadas pelo Windows Live, e ali nasceu o blog Biguaçu – Versões e fatos, (para acessá-lo clique aqui ) onde até o mês de junho publiquei alguns comentários sobre nossa política.

Mas como achava o Windows Live muito chapa-branca para o tipo de assunto que eu comentava, durante o mês de junho, passei a postá-lo no Blogger (acesse clicando aqui ), que tem boas ferramentas, é bastante amigável, mas ainda não resolvia completamente as minhas necessidades, além de que era praticamente anônimo.

Aí o andarilho topou com o WordPress, com melhores ferramentas, bastante estável e acessível. E aqui, assumindo identidade e apelido, estou postando minhas notas atualmente.

A partir de hoje as postagens voltam a ser diárias, e como não poderia deixar de ser, comentando os fatos políticos de Biguaçu e suas versões.

Aquela velha promessa de 19/06/2008 a comparação entre Os jornais de Biguaçu – ainda não cumprida –  será tema do próximo post, até porque a edição 011 da Folha Barriga Verde está imperdível.

Você não leu ? – Não perca tempo, solicite seu exemplar através do fone 3243-8744 – a distribuição é gratuita.

Eles também estão de olho…