HOSPITAL REGIONAL DE BIGUAÇU

10/julho/2008

Abaixo reproduzo matéria publicada pelo JBFoco de 10/07/2008 com a posição do candidato a prefeito de Biguaçu José CASTELO Deschamps, da coligação “Acreditamos em Biguaçu” formada por 10 (é isso mesmo – dez) partidos políticos:

[Prioridade para Castelo é Hospital Regional em Biguaçu
JB Foco – 10/07/2008 (Quinta-feira)

Para o candidato a prefeito pela coligação “Acreditamos em Biguaçu”, José Castelo Deschamps, 52 anos, uma das questões de maior urgência para Biguaçu é a saúde pública. Castelo declarou nesta quarta-feira (09/07), que está constituindo um grupo de trabalho com vistas à elaboração de proposta técnica planejada que viabilize a implantação do Hospital Regional de Biguaçu. Para o candidato, “a questão do Hospital é prioridade de toda a sociedade biguaçuense. Fico muito feliz em ver que o atual prefeito, Ivo Delagnelo, encampou a proposta e o desafio que lançamos, meses atrás”.
Esforços
Para o candidato Castelo, a implantação e a manutenção do Hospital é uma questão que exigirá união de esforços de todas as entidades organizadas de Biguaçu e dos diversos níveis da administração municipal, estadual e federal. Castelo observa que “nossa população vê, de forma correta, esta obra como prioridade. Por isso temos de agir com responsabilidade e maturidade para viabilizarmos este sonho de nossa gente”.
Grupo de Trabalho
O Comitê de Campanha de Castelo está organizando um grupo de trabalho para seu Plano de Governo, que entre outros projetos realizará estudos para viabilizar a implantação do Hospital Regional de Biguaçu, não esquecendo de pensar nas formas de garantir sua sustentabilidade financeira. Para tanto, pessoas da comunidade conhecedoras da área da saúde e consultores especializados estão sendo convidados por Castelo, para compor o grupo que elaborará o projeto do Hospital.]

A seguir reproduzo matéria publicada no mesmo JB Foco em 09/07/2008:

[Prefeito diz que município pode sediar próximo hospital
JB Foco 09/07/2008 (Quarta-feira)

O atual prefeito Ivo Delagnelo afirma que a cidade tem completas condições de construir um grande hospital. Ele explica que “Biguaçu faz parte da Grande Florianópolis e há mais de trinta anos não é construído um hospital na região. Biguaçu tem tudo para ser a cidade que vai sediar o próximo hospital”, comentou o prefeito.
Hospital
Segundo Ivo, o município tem condições de construir a obra para sediar o hospital. “Nós temos 45 médicos pagos pelo PSF, mais enfermeiras, os postos de saúde do município. Se podemos pagar todos esses colaboradores, é claro que podemos construir um hospital”, afirma o Delagnelo.
A preocupação do prefeito surge na hora de pensar em manutenção, pois até mesmo o prefeito concorda que manter um hospital é caríssimo e que o município não teria condições de fazer o sustento sozinho do empreendimento em funcionamento. “Daí, para a manutenção, iríamos procurar o Estado, buscar parcerias com os governos”, explica Ivo.
Obras
Sobre as obras que estão em andamento na cidade Ivo, que permanece no cargo de prefeito até o final do ano, falou que pretende terminá-las. “Temos muitas obras sendo realizadas em Biguaçu e pretendemos realizar 90% até o final do ano, aliás, queremos concluir, pois temos mais de 50 em andamento”, finaliza.]

Reproduzidas as declarações do candidato Castelo e e do Prefeito Ivo publicadas no JB Foco, vamos a alguns fatos sobre o tema:

Bastou o candidato Castelo constituir grupo de trabalho para elaborar proposta técnica visando tornar viável a implantação do Hospital Regional de Biguaçu, para que o prefeito Ivo, que foi vice do ex-prefeito TUTA (que esteve por quase OITO ANOS à frente do executivo municipal de Biguaçu), se manifestar sobre o tema.

E começa dizendo que a cidade tem completas condições de construir um grande hospital.

Tem sim ! E não fizeram nestes quase oito anos porquê ?

Prefeito, mais do que condições, Biguaçu tem é URGENTE NECESSIDADE de implantação deste hospital.

Os doentes não podem ficar à mercê da AMBULANCIATERAPIA, tendo ainda que enfrentar os engarrafamentos da Via Expressa para chegar aos hospitais de Florianópolis.

Alguma opção ?

-O precário e lotado Hospital Regional de São José.

O Prefeito Ivo cita que há mais de 30 anos não é construído um hospital na região. Não sei se fazem 30 anos ou menos, mas Prefeito, é hora de fazer um “mea culpa”.

O seu partido, o PMDB está no poder há quanto tempo sem construir UM hospital na Grande Florianópolis ?

Oito anos da parceria LHS(PMDB)/TUTA(PMDB) no poder não foram suficientes para construir o Hospital que necessitamos !

Isso não faz bem a Biguaçu, Prefeito Ivo !

Anúncios

Eleitores 2008 (fonte:TRE em 01/07/2008)

10/julho/2008

O TRE informou que Santa Catarina tem 4.354.195 eleitores.

Interessante a distribuição destes eleitores por sexo, segundo o mesmo TRE:

Masculino  –  2.139.327

Feminino    – 2.214.859

Indefinido   -               9   (indefinido ?)

Biguaçu tem 2 destes indefinidos, 18.138 homens e 18.808, totalizando 36.948 eleitores.

As eleições 2008 já tem os primeiros vencedores, as mulheres.


Mais uma sobre profissões…

9/julho/2008

Depois de anos de estudo, passar na prova da OAB para isso:

AdvogadosDoDantas_Foto José Luiz da Conceição AE

carregar  sacolas de supermercado para o Daniel Dantas (preso na PF).

Parabéns ao fotógrafo José Luiz da Conceição da AE pelo registro.Vale por mil palavras.

A justiça brasileira está finalmente quebrando o infame paradigma de que no Brasil só ladrão de galinhas vai para a cadeia.

Pois é…


Jornalistas e o STF

8/julho/2008

image

Passo à minha filha e aos seus colegas que cursam Jornalismo, a sugestão publicada no blog do César Valente-De olho na capital (com link ao lado) – de texto a ser enviado aos Ministros do STF:

Texto sugestão
À Sua Excelência Sr(a)__________________________
Ministro(a) do STF

 
A exigência do diploma de Curso Superior em Jornalismo para o exercício independente e ético da profissão de jornalista é uma conquista histórica não só desta corporação, mas de toda a população brasileira. A luta pela criação de Escolas de Jornalismo começou no início do século passado. O primeiro Curso foi implantado 40 anos atrás e a profissão, regulamentada há 70 anos, desde 1969 exige a formação superior na sua legislação. Este requisito representou um avanço para a imprensa do país ao democratizar o acesso à profissão, antes condicionado por relações pessoais e interesses outros que não o de atender o direito da sociedade de ser bem informada.
Setores sem compromisso com a construção de um jornalismo responsável e realmente cumpridor de sua função social vêm questionando este fundamental instrumento para a seriedade, democracia e liberdade na imprensa. Confio que o(a) Excelentíssimo Ministro(a) votará com este entendimento no (RE) 511961, em favor de uma categoria profissional com papel tão relevante e em defesa da sociedade brasileira.
O diploma em Jornalismo, bem ao contrário de ameaçar a liberdade de expressão, é uma das garantias que conferem à mídia brasileira qualidade e compromisso com a informação livre e plural.

Pois é… 

Olho vivo e mobilização sempre !