"Daqui a pouco a candidatura vai ser um passe livre para bandido"

15/julho/2017

publicado por O Antagonista 

Brasil 15.07.17 13:20

Do deputado Esperidião Amin (PP-SC), integrante da comissão de reforma política, ao Globo, sobre a proposta do relator Vicente Cândido (PT-SP) de aprovar a “Emenda Lula”, que proibiria a prisão de candidatos até oito meses antes da eleição (não só nos 15 dias anteriores ao pleito, como na regra atual):

“Essa proposta não tem cabimento. Daqui a pouco a candidatura vai ser um passe livre para bandido. É uma ideia infeliz, a famosa proposta indecente. Não fui consultado e vou votar contra. É apenas uma tentativa de blindar bandido para se candidatar.”

Leia na fonte clicando aqui !

Na pressa o genial deputado petista ignora até a necessidade de convenção partidária prévia, ou o PT a fará em fevereiro de 2018 ?

Anúncios

Eleitos os novos componentes do Conselho Municipal de Saúde de Biguaçu

11/setembro/2015

 

Participantes-do-Conselho-Municipal-de-Saude-Foto-Carol-Rech-Saúde-Isev

Foto de Carolina Rech

A chapa única foi eleita por aclamação pelos presentes e tem a seguinte composição:

Presidente: Ivete Ertal

Vice-Presidente: João Vianei

Representantes do Governo: Anni Gomes Silva (Secretaria de Assistência Social), Nacet Tomaz de Sousa (Secretaria de Saúde), Josiane Aparecida Vieira e Gabriela Dawillt (Secretaria de Educação);

Representantes dos prestadores de serviço: Raquel Cúrcio (ISEV), Vanessa Amaral (Laboratório Continente);

Representantes dos Profissionais de Saúde: Lays Mayer (Profissional de Saúde), Mariana Ester B. Costa (administração da Secretaria de Saúde), Darci Weber e Maria da Conceição – Agentes Comunitários de Saúde;

Representantes dos usuários: Iria Buss Roveda (Ação Social), Rita Rosane Tonial e Vani Calcmam (Doentes Crônicos), Leonídio Zimmermann (Sindicato dos Trabalhadores Rurais), Elsa dos Santos Galliani (Vicentinos), Elias Tadeu de Lima, Lindamira Rodrigues e Ianizi Bastos da Silva (Associações de Moradores) e Charles Silva, Murilo Azevedo, Thiago Alves e Angelita Machado (Usuários).

Parabéns à nova Diretoria e votos de sucesso em sua nobre tarefa.


Operação tapa-buracos na Rua 13 de Maio

19/agosto/2015

A Prefeitura de Biguaçu, através da Secretaria de Obras e Infraestrutura realizou no início do mês a “Operação Tapa-Buracos” em toda a extensão da Rua 13 de Maio no Bairro Prado.

13Maio_821

Estava prevista inicialmente a aplicação de aproximadamente 70 (setenta) toneladas de asfalto na operação .
Seguindo o Secretário de Obras, Fernando Duarte, o alto tráfego de veículos pesados associado ao volume de chuvas ocorrido no mês de julho, danificou bastante o pavimento daquela via.

“Não podemos deixar os motoristas expostos a risco de acidentes devido a buracos na pista .Estamos trabalhando em ritmo acelerado e contamos com a compreensão dos motoristas com os pequenos transtornos no trânsito local” informa o Secretário Fernando Duarte.

13deMaio_827

Chama a atenção o rápido processo de deterioração daquela via exigindo intervenções bem maiores. Seguidos caminhões de alta tonelagem (não mais de 25 ton., e sim veículos de até 40 ton.) transportam material de aterro, causando danos que exigem reparos de trechos inteiros da via.

DSCF7809A previsão inicial  foi ultrapassada, chegando a 90 ton. de asfalto.
Segundo  Fernando Duarte, o bom tempo colaborou e todos os reparos previstos para aquela importante via, principal ligação com o interior do Município foram realizados. O prefeito Ramon Wollinger, que estava preocupado com o estado do pavimento declarou que “mais uma ação que traz segurança aos munícipes nos dá certeza de que estamos cumprindo com o compromisso assumido”.


Mobilidade na Grande Florianópolis–PLAMUS

16/abril/2014

 

PLAMUS inicia pesquisa domiciliar na região da Grande Florianópolis

Pesquisadores irão percorrer 13 municípios e conversar com moradores para conhecer hábitos de mobilidade da população

No próximo dia 16 de abril, o PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis dará início à etapa das Pesquisas Domiciliares de Origem/Destino. Para preparar os moradores que receberão pesquisadores em suas residências, foram enviadas 30 mil cartas pelo correio, cada uma com um código de identificação diferente para garantir a segurança e a identificação dos agentes durante a visita.

O coordenador técnico do PLAMUS, Paulo Sérgio Custódio, destaca o envolvimento da população como o elemento-chave para o sucesso dos estudos. “Os pesquisadores vão bater à porta dos moradores da Grande Florianópolis para saber quais são suas reais necessidades em termos de mobilidade e estas respostas vão determinar a direção que se dará em termos de planejamento urbano para a região. Então, a colaboração da população é da maior importância”, destaca.

O treinamento da equipe de pesquisadores foi ministrado pela coordenadora das pesquisas de campo do PLAMUS, Vânia Bícego, e incluiu lições sobre o uso do equipamento e seus respectivos aplicativos, além da abordagem ao morador. “As perguntas são simples e de rápida aplicação, e envolvem apenas informações sobre transportes e mobilidade. Saber como foi o dia anterior de cada membro da família, de que modo se deslocaram entre um trecho e outro e o custo destes trajetos estão entre as perguntas aplicadas nas pesquisas domiciliares”, diz Vânia. Os pesquisadores seguirão colhendo informações até a primeira quinzena de junho.

Pesquisas de tráfego e de transporte coletivo

Além das pesquisas domiciliares, foram retomadas também no último dia 9 de abril as pesquisas de tráfego e transporte coletivo. A primeira fase dessas pesquisas ocorreu entre janeiro e março deste ano, consistindo na coleta de dados sobre transportes nas principais praias da região metropolitana em período de veraneio. Tais pesquisas agora são aprofundadas para o período fora de férias, com contagens de fluxos de veículos, verificação de frequência e ocupação nas linhas do transporte coletivo.

Canais de participação

Estão disponíveis na Internet alguns canais de participação e interatividade. Além das oficinas de participação social, das Redes Sociais e do canal 0800, o PLAMUS também irá inaugurar nos próximos dias outros canais como a seção PARTICIPE, disponível no site do projeto. Nela, os moradores da Grande Florianópolis poderão participar das pesquisas de campo e assim colaborar com o planejamento urbano da região, apontando os principais problemas de mobilidade em seu município e sugerindo suas soluções.

Sobre o PLAMUS

O PLAMUS – Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da Grande Florianópolis está sendo elaborado em diversas etapas. A primeira, concluída em março de 2014, consistiu em pesquisas de campo para coletar dados sobre o transporte durante a alta temporada, entre janeiro e março. Em abril, teve início uma nova etapa, com pesquisas de campo em período fora de férias e com o lançamento das oficinas participativas. As primeiras foram realizadas em São José e Florianópolis. Estão previstas, ainda, oficinas em Biguaçu – no próximo dia 25 de abril, sexta-feira, somente para técnicos e gestores municipais, e no dia 26, sábado, aberta para a sociedade civil. Em maio, serão realizadas outras oficinas participativas em Florianópolis e Palhoça. Todas as informações coletadas serão sistematizadas para apoiarem o processo de planejamento. O estudo contendo as propostas sustentáveis de solução para a mobilidade urbana da região metropolitana de Florianópolis tem previsão de ser finalizado em janeiro de 2015, com a apresentação à população dos resultados das pesquisas. 

Mais informações: www.plamus.com.br

Assessoria de Imprensa: Amanda Santos

Telefone: 48 3233 6415

E-mail: jornalismo@zapta.com.br


Seminário SincroBUS promovido pela UFSC

3/abril/2014

Representando a Prefeitura Municipal de Biguaçu, Gê Ronconi – Superintendente de Projetos, a Arquiteta e Urbanista Luana Montero e o Diretor de Trânsito Carlos Rech participaram hoje do Seminário SincroBUS, promovido pela Universidade Federal de Santa Catarina, nas dependências da FIESC.

Palestrantes brasileiros e estrangeiros discorreram sobre Sistema de Informação e Controle em Tempo Real de Ônibus Urbanos.

(Teste de postagem com app Android utilizando tablet Samsug Galaxy Note 10.1)


ESTACIONAMENTO CONTROLADO (ZONA AZUL) NA GRANDE FLORIANÓPOLIS

24/outubro/2013

Matéria da jornalista Alessandra Oliveira publicada no jornal Notícias do Dia de 21/10/2013.
Para ler na fonte clique aqui.

Depois de descrever a situação em São José, a reportagem fala sobre Biguaçu:

“Em Biguaçu, motoristas contam com parquímetro

Desde março de 2012 os motoristas de Biguaçu contam com a Área Azul, nome dado ao sistema de estacionamento pago. Segundo o diretor de Trânsito de Biguaçu, Carlos Henrique Reck, antes da implantação da Área Azul os motoristas deixavam os veículos no Centro e seguiam de ônibus para outras cidades para trabalhar. “A deficiência do transporte coletivo nos bairros causava transtornos na área central”, disse.

Os usuários tiveram um mês de gratuidade e orientação para usar os parquímetros. Embora o edital previsse a cobrança no valor de R$ 1,50 nos primeiros sete meses, a vencedora da concorrência pública cobrou R$ 1 até dezembro de 2012. Reck estuda a expansão do sistema para bairros como Jardim Janaína, Praia João Rosa e Cachoeira, devido ao crescimento do comércio nestes locais.

O presidente da CDL de Biguaçu, Marco Aurélio Dias, afirma que a melhoria no trânsito da área central melhorou 70% desde a implantação do sistema. “Os comerciantes tiveram receio no começo. Agora eles vendem os cartões no estabelecimento e entendem que quem se presta a pagar é porque realmente tem interesse em comprar uma mercadoria ou contratar um serviço “, salientou.”

A matéria encerra falando sobre a situação em Palhoça.


Castelo começou a caminhada para a reeleição

2/julho/2012

 

DSCF3131 Com o início da caminhada do Castelo para a reeleição, utilizando o slogan “BIGUAÇU NÃO PODE PARAR”, em convenção na sede do Clube 17 de Maio, acabou a folga do Blog do Ike.

O foco do blog deixa de ser os fatos políticos de Florianópolis e região Metropolitana para dar maior ênfase a Biguaçu.Como sempre, priorizando os fatos em detrimento da versões pessimistas e trágicas dos adversários do Castelo que se acham donos da afinidade e sintonia com o povo e lançadores de todas as ideias que Castelo executa brilhantemente.DSCF3110

As ideias, na verdade, são apenas as melhores soluções para as demandas do povo, seja na educação, na saúde, na mobilidade e agora na segurança. E o Castelo é dono sim, da solução dos problemas.

Estamos de volta com a garra e sinceridade de sempre.